Televendas
27 3229-1022
Fale Conosco
27 3227-5188

Unidades decoradas inspiram na hora de projetar ambientes do próprio imóvel

22 de fevereiro de 2019

Conteúdo publicado no G1ES

Decorados influenciam não só na compra do apartamento, mas também na futura decoração.

Na hora de comprar um imóvel, a visita de um apartamento decorado pode fazer toda a diferença na decisão final. E se por acaso a compra for feita antes, pode influenciar o futuro morador na decoração da própria casa, afinal, nada como ver ao vivo como seu cantinho pode ficar depois que estiver pronto.

Este foi o caso do analista de automação Fabrício Couto Carneiro, de 38 anos. Ele adquiriu uma unidade no City of Lawton Residencial, na Praia de Itaparica, em Vila Velha, antes do empreendimento do Grupo Proeng possuir um decorado. Foi atraído, a princípio, pela localização e pelo preço. “Não havia outra opção no mesmo preço na quadra da praia”, conta.

Porém, após a compra do apartamento, o analista decidiu visitar o decorado, todo planejado e projetado pela arquiteta Vanessa Batista. Foi quando se encantou ainda mais pela sua futura moradia. “O que eu mais gostei foi da harmonia entre espaço e os móveis. O ambiente ficou muito aconchegante e na hora deu vontade de morar ali”, relata Fabrício.

Apesar de não ser o seu caso, ele concorda que a visita de um decorado antes da compra pode ser decisiva. “É possível perceber exatamente o que vai comprar e como você pode montar o seu apartamento. Afinal de contas, a compra de um imóvel é uma realização de vida e visitar o decorado é a materialização desse sonho”, comenta.

Moderno e antenado

Em seu projeto, a arquiteta Vanessa Batista optou por criar ambientes modernos, antenados com as tendências de decoração do momento, porém sem deixar os espaços cansativos, utilizando toques de cor na medida certa. “O partido de cores de todo o apartamento foi mesclar tons de cinza – que estão em alta no momento – com a madeira. O cinza é uma cor muito bonita na decoração, combina com quase tudo, é uma cor moderna, porém fria. A composição com a madeira ajuda a quebrar essa ‘frieza’ e torna os ambientes mais aconchegantes. O toque do verde (jardim) na sala, varanda e cozinha complementa essa ideia de aconchego e traz cor e vida aos ambientes”, explica.

A arquiteta também escolheu usar outras cores fortes para interagir com o cinza e a madeira, evitando que o apartamento ficasse muito monocromático. “Na sala, o laranja é usado de forma pontual nas almofadas com esse propósito. Na varanda, utilizei o amarelo das cadeiras e o jardim vertical. Na cozinha, novamente brinquei com a mistura do amarelo e do verde na horta. No quarto do menino, utilizei o azul, e no quarto da menina, explorei bastante o rosa. Tudo sempre combinado com o cinza, ou com a madeira ou com os dois, trazendo um toque de cor em cada ambiente. Já na suíte, a ideia foi criar um ambiente mais sóbrio, com cores neutras, que interagem bem com um local de descanso”, detalha.

Outro ponto importante no conceito do projeto foi o aproveitamento dos espaços. “Todo o projeto é pensado de forma a não deixar espaços sem uso nem perdidos na decoração, sempre mantendo o conforto nas circulações e o equilíbrio no mobiliário”, afirma Vanessa. “A integração da sala e varanda também foi um norte importante no conceito do projeto, notável em alguns pontos como no painel da TV que se prolonga na varanda, e na composição de cores entre os dois ambientes”, completa.

Diante de tantos detalhes, fica a vontade de fazer igual. Fabrício não tem dúvidas de que vai se inspirar no decorado para sua futura casa. “Com certeza vai me influenciar demais. Eu guardei as fotos para quando for planejar o meu”, revela.

Agende agora a sua visita e conheça o decorado de 3 quartos do City of Lawton Residencial.

 

 

 

 

Cadastre-se e receba informações exclusivas:

Comentários

Nenhum comentário neste tópico ainda. Seja o primeiro a comentar!